Siemaco realiza assembléias com trabalhadores do asseio e conservação em Guarulhos.

04/12/2018



O Siemaco Guarulhos começou, a partir de 05/11/18, as assembleias do setor de Asseio e Conservação, onde apresentou a pauta de reivindicações para votação da categoria em toda a cidade. Serão mais de 50 visitas, que devem ocorrer até o dia 30 de novembro, quando o documento final será entregue no Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação no Estado de São Paulo (SEAC) para negociação.

 

Durante as reuniões, a equipe de assessores sindicais e os diretores do Siemaco têm discutido detalhadamente todos os itens que serão solicitados para possível incorporação à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), para que todas as dúvidas sejam sanadas pelos representados do sindicato.

 

As discussões entre o setor patronal e dos trabalhadores ainda não tem data definida para ocorrer. Mais novidades serão colocadas no portal do Siemaco e em nossas redes sociais ao longo de toda a movimentação nos locais de trabalho da categoria.

 

Confira abaixo os principais pontos defendidos pelo Siemaco Guarulhos:

 

– Correção, a partir de 01 de janeiro de 2019, dos valores vigentes em dezembro/2018, sobre todos os salários e pisos salariais normativos, com base no Índice de correção do salário mínimo do estado de São Paulo ou mínimo Nacional, o que for mais benéfico;

– Aumento Real, a partir de 01 de janeiro de 2019, nos valores corrigidos na forma acima, de 5% (cinco por cento) sobre todos os salários, pisos e salários normativos;

– Piso Salarial mínimo no valor de R$ 1.300,00 (mil e trezentos reais);

–  Reajuste do Vale Alimentação, a partir de 01 de janeiro de 2019, do valor vigente em dezembro/2018, de 15% (quinze por cento);

– Reajuste do Tíquete Refeição, a partir de 01 de janeiro de 2019, do valor vigente em dezembro/2018, de 15% (quinze por cento), sendo devido o mesmo inclusive para os trabalhadores com jornada de 4 horas.

– PLR – Participação nos Lucros e/ou Resultados, a todos os trabalhadores, em valor mínimo anual equivalente ao Piso Salarial, pago em 2 (duas) parcelas semestrais, observando-se as condições mais favoráveis estipuladas em acordo coletivo ou que já estejam sendo aplicadas pelas empresas;

– Implantação de plano ou convênio de assistência médica familiar, sem ônus para o trabalhador;
– Complementação de diferença da renda percebida, antes, pelo trabalhador em casos de afastamento por acidente de trabalho durante o recebimento do Benefício B91 (acidente do trabalho) do INSS;

– Custeio integral pelo empregador de exames e assistência médica, bem como de medicamentos, em casos de acidente, ou doença desenvolvida, em função do trabalho, assim definidos pelo INSS;
– Auxílio Creche equivalente a 20% (vinte por cento) do Piso Salarial, com qualquer número de empregadas por empresa, para crianças com até 3 (três) anos de idade;

 

– APOSENTADORIA/ESTABILIDADE: Estabilidade do trabalhador que estiver a 12 (doze) meses da aquisição do direito de aposentadoria;

 

43880312_2130169483902846_3168708935481819136_n 45417425_2143184582601336_3795229021973774336_n 45596909_2144673965785731_7356282167678205952_n 45754051_2145293069057154_5753446724098064384_n 45954265_2146947122225082_4951927649669742592_n 46086984_2147448605508267_8217050560767983616_n 46096187_2146947468891714_8890127495748124672_n 46218362_2147977748788686_3279266388727824384_n 46223121_2147977805455347_792833190266929152_n 46492133_2151856218400839_1464162812291973120_n 46503467_2152509295002198_5008279858271223808_n 46511437_2151876711732123_8513772787343556608_n 46831278_2155297011390093_6780807784679079936_n 46965813_2156595861260208_8339851990817308672_n 47194381_2157195591200235_9095253244019474432_n 47206834_2157195921200202_7777709890679603200_n